• Visualizações 117

Metroviários decretam greve por 24 horas

Em assembleia geral ocorrida na tarde de terça-feira, 31, os metroviários elaboraram um calendário de mobilizações para os próximos dias, em protesto à tentativa da Trensurb de retirar cláusulas históricas dos acordos coletivos da categoria.

Entre as decisões votadas, tem a formação de um comando de greve e o anúncio de uma paralisação dos serviços por 24 horas, no dia 09 de setembro. Os trabalhadores ainda farão ações durante a Expointer com protestos e carro de som e uma greve por tempo indeterminado a partir do domingo, dia 12/09.

O presidente do Sindimetrô, Luis Henrique Chagas, salienta que quem descumpriu o que já havia sido acordado, foi a Trensurb: “Todas as cláusulas que a empresa pediu exclusão estavam negociadas, aprovadas e já constavam em ata. Portanto, não tivemos outra saída, ou eles cortam conquistas de muitas décadas de lutas da categoria ou declaramos a paralisação dos serviços”, declarou Chagas. Tudo isso dependerá da reunião que o TRT mediará entre Sindimetrô e Trensurb, diante do impasse nas negociações.

A assembleia ficou aberta para futura avaliação do resultado desta mediação. Também foi aprovada a interlocução política com parlamentares do Congresso Nacional, em Brasília e a participação nos atos de 7 de setembro contra a reforma administrativa e pelo Fora Bolsonaro.

Foto: sindimetros.org

Compartilhar

Prefeitura realiza ação de reintegração de posse em área de proteção ambiental

Avançar »

São Leopoldo: Museu do Rio é reaberto para atividades culturais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*