• Visualizações 134

Novo Hamburgo é a cidade que mais gera empregos na Região Metropolitana depois da capital

Dados divulgados pelo Caged do governo federal apontam 1,2 mil postos de trabalho criados no Município em novembro.

Pelo quarto mês consecutivo, Novo Hamburgo é destaque na geração de emprego em todo o Rio Grande do Sul. Dados divulgados pelo Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged) do governo federal nesta quarta-feira, dia 23, apontam Novo Hamburgo como a segunda cidade que mais criou postos de trabalho em toda a Região Metropolitana, perdendo apenas para Porto Alegre.

Foram 1.253 novas vagas criadas no mês passado. Em todo o Estado, Novo Hamburgo aparece na quarta colocação, atrás apenas de Pelotas e Caxias do Sul, além da capital. Desde agosto, já são 4.020 postos de trabalho criados. E a cidade tem figurado sempre entre as que mais geram emprego no Estado: 1ª em agosto; 2ª em setembro; e 3ª em outubro.

“Mais uma vez, isso é reflexo do ambiente altamente positivo para empreender que implantamos na cidade”, avalia a prefeita Fátima Daudt, lembrando que o ano se iniciava bastante positivo para o município, mas o desempenho da economia acabou sendo afetado pela pandemia. “Estamos caminhando a passos largos para recuperar todos os empregos que perdemos nos duros meses da pandemia”, acrescenta.

MENOS BUROCRACIA

Fátima reforça que investir em Novo Hamburgo e abrir empresas ficou muito mais fácil e simples. “Menos burocracia, mais agilidade na análise de documentos e qualificação de mão de obra estão consolidando um ambiente favorável a empreendimentos na cidade”, explica.

Para a prefeita, este ambiente favorável tem atraído muitas empresas de porte, como o Grupo Santander, que estão gerando centenas de empregos. E as perspectivas continuam grandes, como a vinda das Lojas Havan, que se instalará na BR-116, no bairro Rincão, e que, somente ela, deve contratar cerca de 200 colaboradores e representar um investimento direto entre R$ 25 a 30 milhões na cidade.

Importante destacar a criação da Sala do Empreendedor, que foi mais um passo nesta direção do bom ambiente para investimentos. Com a integração dos vários setores envolvidos e apoio do Sebrae, a Sala do Empreendedor conseguiu, por exemplo, diminuir de 480 dias para apenas uma hora o prazo de abertura de uma empresa Microempreendedor Individual.

As perspectivas positivas para a cidade são reforçadas ainda pelo chamado polo regional de saúde ou Hub de Saúde, que está se tornando realidade no Município, englobando a construção de dois novos hospitais – o da Unimed Vale do Sinos e o da Doctor Clin, a expansão do Hospital Regina e ainda a construção dos Anexos 2 e 3 do Hospital Municipal, este último em uma parceria com a Universidade Feevale.

Compartilhar

Associados da CDL-NH prorrogam em Assembleia mandato da diretoria por mais dois anos

Avançar »

Agência Municipal de Emprego está com 200 vagas de trabalho abertas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*