• Visualizações 928

Proprietária de clínica é suspeita de crime contra a saúde em Novo Hamburgo

Na manhã desta quarta-feira, 14 de fevereiro, foi realizada uma operação da Delegacia do Consumidor (Decon) ligada ao Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). Resultando na prisão preventiva da proprietária de uma clínica de vacinação, localizada na Avenida Maurício Cardoso, em Novo Hamburgo. A informação foi reforçada com divulgação no Twitter da Polícia Civil.

Segundo a Polícia Civil, a prisão ocorreu por crimes contra as relações de consumo e contra a saúde pública, resultando na interdição do estabelecimento. A Vigilância Sanitária, ligada à Prefeitura de Novo Hamburgo, esteve no estabelecimento, que foi lacrado.

Conforme as investigações iniciais estão sendo apuradas a não aplicação de vacinas contra febre amarela e meningite – os recipientes estariam vazios –, e também o reaproveitamento de materiais, como agulhas. As denúncias teriam sido repassadas diretamente à Polícia Civil.

Informações: www.martinbehrend.com.br

Compartilhar

Prorrogadas inscrições para o torneio de Futsal da Smel

Avançar »

Decisão da Recopa fica para a Arena

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*