Projeto pode levar linha de trem até Sapiranga

Empresa Oficina Engenheiros Consultores Associados, venceu licitação, e realizará o levantamento de viabilidade técnica e econômica da expansão. Conforme diretor-presidente da Trensurb, Humberto Kasper, prazo para conclusão do estudo é de oito meses.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Foi assinado nessa quarta-feira, dia 04, o contrato para a realização de estudo da expansão da Trensurb até Sapiranga.

A empresa Oficina Engenheiros Consultores Associados, que venceu a licitação, realizará o levantamento de viabilidade técnica, econômica e financeira da expansão da Linha 1, que terá investimento de R$ 1,49 milhão.

Conforme o diretor-presidente da Trensurb, Humberto Kasper, o prazo para conclusão do estudo é de oito meses. “A empresa deve ainda apresentar modelos matemáticos de representação de demanda de usuários para aquela região, como ocorrerá o deslocamento dos mesmos até as estações, oferta, simulação de carregamentos em redes de transporte e geração de indicadores”, destacou Kasper.

Comissão Especial Pró-Expansão

No último dia 21, foi criada a Frente Parlamentar na Assembleia Legislativa, coordenada pelo deputado João Fischer, com o objetivo de trabalhar com prefeitos, vereadores e instituições representativas da comunidade para que o projeto saia do papel.

Uma Comissão Especial Pró-Expansão do Trem também foi criada por representantes das Câmaras municipais de Campo Bom e Sapiranga.

O grupo realiza nesta quinta, dia 05, às 19 horas, audiência pública sobre a expansão do trem no Vale do Sinos. O encontro ocorre em Campo Bom, que também solicitou integrar o trajeto da Linha 1. Na ocasião, serão apresentadas aos moradores as opções de traçado, já sugeridas para a Trensurb.

O primeiro utilizaria a ERS 239, abrangendo ainda Estância Velha e se estendendo até Sapiranga. O segundo teria o traçado cortando Novo Hamburgo a partir da Estação Santo Afonso, passando pela Avenida dos Municípios e seguindo até Campo Bom e Sapiranga.

A última sugestão seria estender a linha da Estação Novo Hamburgo, no Centro, até o bairro Hamburgo Velho, e levar a obra até Sapiranga. A Estação Fenac, que ainda não foi inaugurada, estará liberada a patir de hoje para o público que visitar a Festa Nacional do Calçado. Um trem menor circulará entre a Santo Afonso e a Fenac.

Informações de CP

FOTO: Victor Hugo Furtado / novohamburgo.org 

Compartilhar

Novo Hamburgo | Show com grupo teatral e humoristas reunirá doações para atingidos pela enchente

Avançar »

Buscando bater próprios recordes, Festa Nacional do Calçado começa na Fenac

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*