• Visualizações 669

Desabrigados e perigo de novos alagamentos preocupam autoridades

Pessoas de grande parte da Região Metropolitana tiveram de deixar suas casas. Só em São Sebastião do Caí, 250 pessoas ficaram desabrigadas e 758 desalojadas. Prefeitura prepara o decreto de situação de emergência para agilizar atendimento. 

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A chuva que não deu trégua neste final de semana causou transtornos na Capital e em municípios como Esteio, na Região Metropolitana, Parobé e São Sebastião do Caí, desalojando e desabrigando centenas de famílias.

Em Porto Alegre, dezenas de famílias da Vila dos Herdeiros, no Bairro Agronomia, tiveram que deixar suas moradias porque a chuva arrastou plantas aquáticas (chamadas macrófitas e conhecidas popularmente por marrequinhas) que obstruíram o Arroio Dilúvio, alagando pátios e atingindo quatro casas.

“Todo inverno é a mesma coisa”

“As plantas se proliferam na nascente do Dilúvio (represa da Lomba do Sabão) e, quando chove forte, se desprendem e invadem casas. Desde 2008, vem piorando,”  explica o  presidente da Ação Social Comunitária Vila dos Herdeiros, Jorge Leandro da Silva.

Conforme a Defesa Civil da cidade, cerca de cem pessoas foram abrigadas preventivamente nas dependências da Escola Estadual Professor Sylvio Torres – em 2008.

Força-tarefa

Ontem, ainda havia 40 famílias e três cadeirantes na área alagada. Conforme o diretor-geral do Dep, Tarso Boelter, há casas em risco de desabamento. Desde a noite de sábado, equipes da Defesa Civil, do Dep, do Demhab e da Fasc, apoiadas pela Guarda Municipal e pela Brigada, formam uma força-tarefa no local. Na tarde de ontem, seis retroescavadeiras trabalhavam na desobstrução do arroio.

Prefeitura recolhe doações

Pela segunda vez em menos de um ano, a aposentada Flávia Maria Kroeff, 71 anos, foi retirada de casa no Bairro São Sebastião, em Esteio, devido à cheia do Arroio Sapucaia. Na tarde de ontem, a água batia na cintura quando a idosa foi removida por sobrinhos e vizinhos.

O volume de chuvas registrado nos últimos dias ocasionou a saída do leito dos arroios Esteio e Sapucaia. De acordo com a Defesa Civil Municipal, até as 14h30min, o acúmulo era de 170 mm. Os bairros mais atingidos são Três Marias, Jardim das Figueiras, São José, Primavera, Vila Nova, Navegantes, Esperança e São Sebastião.

A prefeitura prepara o decreto de situação de emergência para agilizar atendimento às vítimas. Na prefeitura (Rua Eng. Hener de Souza Nunes, 150 – acesso pela Maurício Cardoso), estão sendo recebidas doações de alimentos, materiais de higiene e roupas. Informações: 3433-8157 e 3433-8141.

Para ajudar

“As famílias da Vila dos Herdeiros que estão abrigadas na escola precisam de materiais de higiene, roupas infantis, calçados e alimentos (principalmente leite, arroz e feijão).”

Contatos: 8574-0547 (Catarina), 8567-8313 (Fernanda), ou 8542-9708 (Jorge), ou diretamente na escola (Rua Erotilde Machado Santana, s/nº, Agronomia).

Informações de clicrbs

FOTO: reprodução / r7

Compartilhar

Inter pede para deixar Estádio do Vale e quer voltar à Caxias

Avançar »

Em nota à comunidade, prefeitura orienta hamburguenses sobre as chuvas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*