• Visualizações 1017

Fim da JMJ: Gays não devem ser julgados ou marginalizados, diz Papa

RJ lucrou 1,2 bilhão com Jornada. Depois de JMJ inesquecível para devotos, em sua chegada a Roma, pontífice defendeu gays contra discriminação e ressaltou importância das mulheres. Papa minimiza cansaço.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O papa Francisco afirmou nesta segunda-feira, dia 29, durante conversa com jornalistas em sua viagem de volta do Brasil a Roma, que os homossexuais não devem ser julgados ou marginalizados, e que devem ser integrados à sociedade. No entanto, reiterou o ensinamento da Igreja de que atos homossexuais são pecaminosos.

Na primeira entrevista coletiva desde sua eleição, em março, o pontífice defendeu os gays contra a discriminação, mas repetiu o catecismo universal da Igreja Católica, segundo o qual a orientação homossexual não é pecado, mas os atos homossexuais são.

“Se uma pessoa é gay e busca Deus e tem boa vontade, quem sou eu para julgá-la?”, disse o papa. “O catecismo da Igreja Católica explica isso muito bem. Diz que eles não devem ser marginalizados por causa disso (orientação sexual), e sim que devem ser integrados à sociedade”, afirmou ele, em italiano.

Importância feminina

“O problema não é ter essa orientação. Precisamos ser irmãos. O problema é o lobby por essa orientação, ou lobbies de pessoas ambiciosas, lobbies políticos, lobbies maçônicos, tantos lobbies. Esse é o pior problema”, afirmou.

A Igreja Católica prega que não pode ordenar mulheres porque Jesus escolheu apenas homens como apóstolos. Defensores do sacerdócio feminino dizem que Jesus agiu de acordo com os costumes de seu tempo.

Muitos dentro da Igreja, mesmo aqueles que se opõem à ordenação de mulheres, dizem que elas devem ter papéis de liderança tanto na Igreja como na administração do Vaticano.

O pontífice argentino desembarcou na segunda-feira em Roma após uma concorrida visita de uma semana ao Brasil, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, que culminou com uma celebração que reuniu mais de 3 milhões de pessoas na praia de Copacabana, segundo estimativa da prefeitura.

Na chegada, “alegria é maior que cansaço”

Após a chegada, Francisco deixou a seguinte mensagem em sua conta no Twitter (@pontifex): “Estou de retorno para casa e lhes asseguro que a minha alegria é muito maior que o meu cansaço!”

No domingo, o pontífice também publicou uma mensagem de agradecimento pelo Twitter aos brasileiros: “Agradeço profundamente a todos aqueles que trabalharam para o sucesso da JMJ e abraço vocês todos, os participantes”, disse.

O encontro terminou neste domingo, dia 28, com uma missa em Copacabana.

No discurso de despedida no domingo à noite, o papa disse que deixava o país com saudades de tudo o que viveu durante sete dias.

“Dentro de alguns instantes, deixarei sua pátria para regressar a Roma. Parto com a alma cheia de recordações felizes, essas – estou certo – tornar-se-ão oração. Neste momento, já começo a sentir saudades. Saudades do Brasil, deste povo tão grande e de grande coração, deste povo tão amoroso”, comentou o pontífice, que terminou seu discurso dizendo “até breve”, em uma confirmação de que pretende voltar ao país em 2017.

Números

De acordo com números preliminares do Ministério do Turismo, dois milhões de turistas brasileiros e estrangeiros visitaram o Rio durante a JMJ e deixaram mais de R$ 1,2 bilhão na cidade.

Esta é a maior concentração de turistas em uma só cidade brasileira para um evento específico, informou o Ministério. O número oficial de peregrinos participantes da Jornada Mundial da Juventude foi de 865.000 pessoas, mas muitos jovens que chegaram de outras cidades brasileiras e de 190 países não se inscreveram oficialmente.

A Infraero, que administra os aeroportos brasileiros, calcula que 64.000 pessoas vão embarcar ou desembarcar nesta segunda-feira no aeroporto internacional do Galeão. A administração do terminal rodoviário Novo Rio prevê que 28.000 pessoas voltarão às suas cidades hoje em 2.000 viagens. Foram disponibilizados 600 ônibus extras.

A Novo Rio calcula que 1,2 milhão de peregrinos passaram pela rodoviária nas últimas duas semanas em 29.000 ônibus, 5.000 deles extras, o que representa um recorde e fluxo 25% maior que no mesmo período do ano passado. A maior parte dos peregrinos, no entanto, chegou à cidade em 10.000 ônibus fretados.

Muitos peregrinos adiaram a partida do Rio, e as filas de peregrinos também eram grandes hoje em pontos turísticos do Rio, como o Cristo Redentor.

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, a estátua recebeu no sábado e no domingo 20.000 visitantes por dia, quatro vezes sua média diária no ano e o dobro da média diária na alta temporada. Para facilitar o fluxo, o Corcovado funcionou 24 horas na última semana.

PRF faz operação de volta de peregrinos até sexta

A Polícia Rodoviária Federal – PRF faz a partir deste domingo a segunda etapa de uma operação especial para orientar a volta de ônibus de peregrinos.

A Operação Rotas da Fé, que segue até a próxima sexta-feira, dia 02, terá um aumento na fiscalização em rodovias federais de todo o País, com policiais, viaturas, motocicletas e helicópteros posicionados ao longo das estradas.

A PRF acredita que o fluxo de ônibus e outros veículos deve ser mais intenso no retorno da JMJ do que na ida, já que o movimento antes do evento foi diluído ao longo de vários dias.

A polícia pede que os motoristas tenham atenção e cautela, principalmente durante a noite, sob chuva ou neblina, e nas áreas urbanas, onde o movimento é maior. O tráfego deve ser maior na rodovia Presidente Dutra, mas também é previsto aumento de fluxo na BR-040, que liga o Rio de Janeiro a Juiz de Fora (MG), além da BR-101 e da BR-116.

 

Informações de Último Segundo / Portal G1 / Terra / Folha

FOTO: reprodução / veja.abril

 

Compartilhar

Porto Alegre: Mais da metade das obras ficará pronta após o Mundial

Avançar »

Ainda sem registros, setor agrícola de Novo Hamburgo sofrerá com frio, dizem agrônomos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*