• Visualizações 3539

Novo Hamburgo: 320 apartamentos do Minha Casa, Minha Vida serão sorteados

Apartamentos estão situados no bairro Santo Afonso dentro do Residencial Princesa Isabel. 5.420 famílias estão aptas a participarem do processo que ocorrerá no Ginásio Agostinho Cavasotto, podendo comparecer no local. Presença não é obrigatória.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Será realizado na segunda-feira, dia 29 de abril, a partir das 19 horas, o sorteio de 320 unidades habitacionais do Minha Casa, Minha Vida, dentro do processo de habilitação de famílias para o programa em Novo Hamburgo.

São apartamentos situados no bairro Santo Afonso dentro do Residencial Princesa Isabel. Ao todo, 5.420 famílias estão aptas a participarem do processo e podem comparecer no local do sorteio, que ocorrerá no Ginásio Agostinho Cavasotto (Rua Portugal, s/nº – bairro Rincão). A presença não é obrigatória.

O sorteio obedecerá a critérios de seleção publicados no edital 15/2013. Assim que forem definidas as famílias, elas serão comunicadas pela Prefeitura. O processo habilitará 320 famílias na condição de contempladas, além de famílias suplentes em número equivalentes e que se enquadrem nos critérios.

Critérios

– A renda familiar de até R$ 1.600,00.

– Não possuir imóvel urbano ou rural, financiamento ou arrendamento imobiliário no território nacional.

– Não terem sido contemplados com nenhum outro programa habitacional já existente no País, Estado ou Município.

– Não serão beneficiadas pessoas que sejam proprietárias ou possuidoras de área em processo de regularização fundiária.

– As famílias deverão comprovar residência em Novo Hamburgo no mínimo de três anos, exceto casos de remoção para obras públicas e/ou áreas de risco já analisadas e avaliadas pela Prefeitura.

– Famílias com pessoas portadoras de necessidades especiais.

– Família composta por até seis membros.

Divisão das unidades habitacionais

– 206 unidades para famílias que moram de aluguel.

– 60 unidades para famílias que estão em áreas de risco, regularização fundiária e/ou remoção para execução de obras públicas, priorizando a família que está participando do auxílio bolsa moradia.

– 32 unidades para situações de risco e/ou vulnerabilidade social.

– 12 unidades para famílias que tenham pessoas com deficiência (terão prioridade pessoas com dificuldade de locomoção e/ou cadeirantes).

– 10 unidades a idosos chefes de famílias.

 

Caso não seja constatado interesse ou haja desistência, uma família suplente será chamada. O processo será coordenado pelas secretarias da Habitação – SEHAB e do Desenvolvimento Social – SDS, além do Conselho Municipal de Habitação.

Informações de PMNH

FOTO: ilustrativa / minha casa, minha vida

Compartilhar

Novo Hamburgo: Secretaria de Saúde promete “verdadeira operação” contra dengue após surgimento de 33 focos do mosquito

Avançar »

Brigada Militar libera Grêmio para decidir o que fazer na Geral

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*