• Visualizações 410

Com direito a argumentação oral de advogados, caso de Tarcísio Zimmermann será julgado hoje no TSE

Atual prefeito de Novo Hamburgo busca obter seu registro de candidatura para poder ser efetivamente reeleito. Defesa argumenta que inelegibilidade valeria apenas até 03 de outubro.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Nesta quinta-feira, dia 25, os ministros Cármen Lúcia, Marco Aurélio, Dias Toffoli, Nancy Andrighi, Laurita Vaz, Arnaldo Versiani e Luciana Lóssio podem ouvir os advogados Jorge Perrone e Marcio Silva, defendendo Tarcísio Zimmermann (PT) no Pleno do Tribunal Superior Eleitoral – TSE.

Leia Mais

TSE adia decisão sobre Tarcísio Zimmermann e em Sobradinho, candidato eleito é impugnado

O atual prefeito de Novo Hamburgo, que obteve 53% dos votos nas últimas eleições, busca obter seu registro de candidatura para poder ser efetivamente reeleito e tem agora o direito da sustentação oral. O advogado Torquato Jardim foi nomeado para representar o PMDB no julgamento, partido que acionou a Justiça para que Zimmermann fosse enquadrado na Lei da Ficha Limpa por ter participado de inauguração pública em 2004, quando foi candidato a prefeito.

A defesa do prefeito de Novo Hamburgo argumenta que inelegibilidade descrita pela lei valeria apenas até 03 de outubro deste ano. Esta se baseia em casos julgados anteriormente pelo TSE.

FOTO: Robson Nunes / PMNH

Compartilhar

Novo Hamburgo reúne talentos da música em concurso

Avançar »

Novo Hamburgo: TSE adia julgamento e aumenta angústia de Tarcísio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*