• Visualizações 1085

Novo Hamburgo e São Leopoldo voltam a aplicar racionamento de água

Hamburguenses ficam sem abastecimento das 22 às 04 horas, inclusive nos finais de semana. Se não chover, período pode aumentar. Em São Leopoldo, corte é feito das 07 às 15 horas.

Felipe de Oliveira felipe@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Durante as madrugadas, e agora incluindo as dos finais de semana, os hamburguenses voltam a ficar sem água. O racionamento foi retomado no último sábado, dia 07, porque o nível do Rio dos Sinos baixou novamente. No domingo, 08, o manancial estava a 52 centímetros da bomba de captação.

Os cortes no abastecimento haviam sido suspensos no início da semana passada, depois que os reservatórios da Comusa – Serviços de Água e Esgoto atingiram seus limites com a chuva que caiu na região no dia 31 de dezembro. Desta vez, os setores do sistema de rodízio mudaram: seguem sendo cinco, mas sem bairros fixos. Os bairros que compõem cada setor vão variar conforme a situação dos reservatórios. O horário de racionamento é o mesmo: das 22 às 04 horas.

Se não chover em abundância nos próximos dias, os setores poderão ficar sem água durante mais tempo. É o que alerta diretor da Comusa Mozar Dietrich. Ele não descarta aplicar os cortes entre 21 e 06 horas ou até revisar o plano para aplicá-los das 08 às 17 horas, quando o consumo é maior.

Em São Leopoldo, o racionamento voltou a ser aplicado entre 07 e 15 horas, todos os dias, também em sistema de rodízio entre cinco zonas. Na semana passada, o Serviço Municipal de Água e Esgoto – Semae havia reduzido o horário de cortes para o período entre 09 e 14 horas.

Falta de água volta afetar

produtores de arroz da região

Os arrozeiros do Vale do Sinos estão impedidos de captar água para a irrigação de suas lavouras até que o rio volte aos 60 cm acordados no Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos – Comitesinos. Ainda assim, a captação seria parcial, a cada 48 horas.

Para que a autorização seja plena o manancial tem que atingir pelo menos 72 cm acima da bomba da Comusa. Os produtores já estão proibidos de captar desde sábado, quando o nível estava em 65 cm no trecho hamburguense onde ocorre a medição. O acordo do Comitesinos considera também o nível do rio no Semae, em São Leopoldo, e na Corsan, em Campo Bom.

Confira como fica o cronograma em Novo Hamburgo

Segunda-feira, dia 09: setor 05 – Jardim Mauá, Operário, Vila Nova (parcial), Guarani (parcial), Boa Vista, Hamburgo Velho, Rondônia e Ouro Branco.

Terça-feira, dia 10: setor 01 – Santo Afonso (exceto imediações da Rua Guia Lopes), Industrial, Liberdade, Ideal (parcial), Rio Branco, Vila Rosa (parcial) e Rincão (lado direito da BR 116 no sentido norte).

Quarta-feira, dia 11: setor 02 – Vila Nova (parcial), Guarani (parcial), Kephas, Canudos (do norte até a Rua Oslo), São José e São Jorge.

Quinta-feira, dia 12: setor 03 – Centro, Ouro Branco (parcial) e Canudos (do sul até a Rua Oslo).

Sexta-feira, dia 13: setor 04 – Primavera, Boa Saúde, Petrópolis, Rincão (do lado esquerdo da BR 116 no sentido norte), Roselândia e Ideal (parcial).

FOTO: Felipe de Oliveira / novohamburgo.org

Compartilhar

Trem chegará só no ano que vem

Avançar »

Novo Hamburgo suspende corte diário no abastecimento de água

sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*