• Visualizações 86

Centro Covid junto ao Hospital Municipal é ampliado

Serão mais dois consultórios ambulatoriais para atender a crescente demanda por atendimento no local.

A Secretaria Municipal de Saúde de Novo Hamburgo está concluindo a ampliação da estrutura de atendimento do Centro de Triagem Covid, montado em área isolada junto ao Hospital Municipal. “A demanda tem crescido exponencialmente nos últimos dias, por isso a necessidade desta ampliação”, destaca a prefeita Fátima Daudt. A proposta é colocar esta ampliação em funcionamento entre amanhã ou quarta-feira.

O atendimento no Centro Covid tem chegado a 180 pessoas por dia, contra uma média abaixo de 100 atendimentos diários em novembro e dezembro do ano passado, quando houve as maiores altas no local. Atualmente, a estrutura conta com três consultórios ambulatoriais e uma ampla área de tendas com cadeiras para acomodar os pacientes, inclusive ocupando parte da Rua Henri Dunant, entre a Avenida Pedro Adams Filho e Rua Dr. Magalhães Calvet, que está interditada no trecho.

A nova estrutura está sendo montada junto à entrada de veículos de funcionários, e prevê mais dois consultórios ambulatoriais. “Queremos garantir acompanhamento clínico e mais conforto aos pacientes que necessitam do atendimento no local”, destaca a prefeita.

Para reforçar o atendimento no Hospital Municipal, a Prefeitura também anunciou o fechamento por tempo indeterminado da Unidade Básica de Saúde (UBS) Rincão a partir desta segunda-feira, com profissionais sendo deslocados para o atendimento na casa de saúde. “A movimentação de profissionais da saúde de uma unidade para outra neste momento se faz necessária devido à escassez de profissionais. A prioridade é salvar vidas”, destaca Fátima. Moradores do Rincão devem procurar atendimento na UBS Primavera enquanto a unidade do bairro estiver fechada.

RECORDES

O número de pessoas atendidas no Centro Covid no mês de fevereiro foi o mais alto desde o início da pandemia, em março do ano passado. Apesar de ter dois dias a menos, fevereiro registrou 3041 pessoas atendidas, quase o dobro da média mensal do ano passado e bem mais que os 2814 de novembro, maior alta até então.

A prefeita lembra que a orientação é que as pessoas só procurem atendimento no Centro Covid após terem sido encaminhadas pela rede básica, ou seja, os postos nos bairros. “Nossos postos contam com consultórios exclusivos para covid. Lá, as pessoas com sintomas recebem uma fitinha vermelha em seus pulsos para terem uma avaliação mais apurada no Centro Covid”, explica Fátima.

Atualmente, cerca de 30% das pessoas que procuram atendimento no Centro Covid acabam internadas. Na manhã desta segunda-feira, dia 1º de março, segundo o secretário municipal de Saúde, Naasom Luciano, o Hospital Municipal tinha o maior número de pessoas internadas por covid desde o registro do primeiro caso na cidade, em março do ano passado. “Temos 103 pacientes internados com covid, sendo 26 na UTI”, enfatiza.

Fátima alerta que estamos assistindo a evolução biológica do vírus, que está mais contagioso e mais agressivo. “O vírus está atacando com gravidade inclusive pessoas mais jovens. O momento é muito grave. Além disso, a vacinação no País está muito lenta”, acrescenta a prefeita. Ela enfatiza os cuidados individuais básicos: usar máscara, lavar as mãos com frequência com sabão ou álcool gel e evitar aglomerações. “São medidas simples, mas de uma importância fundamental para conter a disseminação do vírus e proteger nossos familiares”, finaliza a prefeita.

 Foto: Lu Freitas

Compartilhar

Novo Hamburgo tem 415 óbitos associados ao Covid-19

Avançar »

Governador esclarece destinação de recursos federais no RS durante a pandemia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*