Ser diferente

Ao ler o livro “Ensinar na diversidade – um desafio para todos os educadores”, de Magda Altofini, a seguinte frase chamou minha atenção: “A MARCA DA RIQUEZA HUMANA ESTÁ NA DIFERENÇA”.

No ano passado, fui numa exposição grandiosa. Muita cor, muita vida nas obras. Os artistas, um grupo denominado “Mentes Coloridas”. Criativos, maravilhosos, diferentes. E agora tenho o prazer de sentir o grupo mais de perto, num trabalho em equipe envolvendo também o artista Mai Bavoso, orientador do grupo.

Aqui, vemos a importância de não homogeneizar, de atendermos as necessidades de cada um, com suas individualidades, suas particularidades, suas necessidades. A arte é extremamente democrática, ela oferece os instrumentos necessários para a auto expressão, ajudando o indivíduo a conquistar o equilíbrio psicológico, um melhor domínio motor, aflorando a sensibilidade, a descontração, o auto conhecimento e a auto estima.

Na arte, convivemos com as diferenças, com os sentimentos, com o desafio de criar, de ir atrás de soluções. A arte abre caminho para que possamos ser diferentes, para que possamos ser nós mesmos.

Experimente conviver com pessoas com necessidades especiais, você irá se surpreender com o que irá aprender, e vai desenvolver ainda mais a solidariedade.

Reserve a data: 16 de outubro, terça-feira, das 19 às 21 horas – Mostra “Caminhos” com Fazendo Arte, Mentes Coloridas e Mai Bavoso, na galeria Modernidade.

Compartilhar

Dê asas à criatividade

Avançar »

Mundo maravilhoso da arte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*