vacina
  • Page Views 119

Campanha Nacional de Multivacinação começa nesta segunda-feira

Nesta segunda-feira, dia 11, marca o início da Campanha Nacional de Multivacinação, que segue até 22 de setembro. A iniciativa pretende resgatar a população de não-imunizados ou completar esquemas de vacinação, visando a atualizar a caderneta das crianças e adolescentes, compreendendo a idade de zero a menores de 15 anos de idade (até 14 anos, 11 meses e 29 dias), conforme o Calendário Nacional de Vacinação. São mais de dez tipos de vacinas, entre elas, contra hepatites A e B, BCG, Varicela e a Penta.

O que o governo estabelece nesse momento não são metas a atingir, pois se trata de uma campanha importante de atualização do esquema vacinal e acesso pleno ao Programa Nacional de Imunização. Desse modo, espera-se que toda a sociedade se conscientize da importância da campanha e participe ativamente, conduzindo quem falta ser imunizado aos postos de saúde.

Dia D de mobilização para otimizar a cobertura vacinal

O “Dia D” de mobilização está agendado para 16 de setembro, quando as unidades de saúde do Município ficarão abertas das 8 às 17 horas com a finalidade de otimizar a cobertura vacinal. “A Campanha Nacional de Multivacinação contribui para a redução das doenças imunopreveníveis”, explica o enfermeiro Edson Silva, responsável pelo Setor de Imunizações, do Departamento de Vigilância Epidemiológica, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). “E mantém controladas, eliminadas ou erradicadas patologias como sarampo, rubéola e poliomelite.”

As vacinas oferecidas para as crianças menores de 7 anos:

– BCG: protege contra a meningite tuberculosa e contra as formas disseminadas da doença

– Febre amarela: contra a doença infecciosa causada por flavivírus

– Hepatite A: imunização contra a hepatite A, que é causada pelo vírus VHA

– Hepatite B: imunização contra a irritação e o inchaço do fígado devido à infecção pelo vírus HBV

– Meningo-C: doenças causadas pelo meningococo C, incluindo meningite

– Pentavalente: protege contra difteria, tétano, meningite por haemophilus influenzae tipo B (HIB), coqueluche, influenza B e hepatite B. A pentavalente ajuda a diminuir número de injeções dadas na infância.

– Pneumo-10: vacina contra dez tipos de bactéria pneumococo, que causam meningites, pneumonia, bacteremia (invasão da circulação por bactérias) e sepse (infecção na corrente sanguínea), sinusite (infecção nas cavidades das vias nasais) e otite média (infecção do ouvido)

– Rotavírus: contra diarreia grave em lactentes e crianças jovens, causada pelo rotavírus

– Tetraviral: contra caxumba, rubéola, sarampo e varicela

– Triviral: imunização contra caxumba, rubéola e sarampo

– Vacina DTP: contra difteria, tétano e coqueluche

– Vacina Inativada Poliomielite (VIP – injetável) e Vacina Oral Poliomielite (VOP – gotinhas): contra a paralisia infantil

Vacinas oferecidas para as crianças a partir dos 7 anos de idade até adolescentes até 14 anos, 11 meses e 29 dias

– DT: vacina contra difteria e tétano

– Febre amarela: contra a doença infecciosa causada por flavivírus

– Hepatite B: imunização contra a hepatite A, que é causada pelo vírus VHB

– HPV: imunização contra o papiloma vírus humano (HPV)

– Meningo-C: doenças causadas pelo meningococo C, incluindo meningite

– Triviral: imunização contra caxumba, rubéola e sarampo

SERVIÇO

Para a imunização, de segunda a sexta-feira, a Casa de Vacina (Avenida Cel. Frederico Linck, 900, bairro Rio Branco), atende das 7h30 às 17 horas – com entrega de fichas até as 16 horas –, sem fechar ao meio-dia. E essa unidade oferece vacinas BCG e contra a febre amarela até as 14 horas.

 

A Multivacinação está disponível nos postos de saúde de Novo Hamburgo, unicamente. Não há unidades volantes ou uso de unidade móvel.

O Ministério da Saúde mantém a campanha Vacinação – Atualize sua Caderneta, incentivando pais e responsáveis a trazerem a caderneta da criança e do adolescente aos postos para uma avaliação criteriosa da situação vacinal.

Share This Article

Joesley Batista e Ricardo Saud entregam-se à PF em São Paulo

Next Story »

MPF denuncia Lula na Operação Zelotes

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo