camisinha feminina
  • Page Views 2967

Preservativos femininos são distribuídos pelo Ministério da Saúde

Prioridade será para as profissionais do sexo, mulheres que convivem com doenças sexualmente transmissíveis, usuárias de drogas e pessoas atendidas pelo sistema prisional. 

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O Ministério da Saúde irá distribuir 2,2 milhões de preservativos femininos para os estados e o Distrito Federal até o final desta semana. É o primeiro lote, do total de 20 milhões de unidades que serão distribuídas este ano.

A prioridade será para as profissionais do sexo, mulheres que convivem com doenças sexualmente transmissíveis, usuárias de drogas e pessoas atendidas pelo sistema prisional. Essa camisinha também pode ser uma opção para mulheres que tenham dificuldade de negociar o uso do preservativo masculino com o parceiro.

De acordo com o secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, com a camisinha feminina, a mulher passa a decidir sobre o uso do preservativo, não deixando a escolha apenas com o homem. “É uma estratégia que faz parte da política brasileira de ampliar as opções de proteção às doenças sexualmente transmissíveis”.

Desde 1997, quando a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa, aprovou a comercialização da camisinha feminina no Brasil. O Ministério da Saúde distribuiu cerca de 16 milhões de unidades em todo o país e a meta para este ano é 25% maior do que o total já adquirido pela pasta.

A distribuição de preservativos masculinos atingiu a marca de 493 milhões de unidades no ano passado, 45% a mais do que em 2010.

Informações de Agência Brasil

FOTO: ilustrativa / eloslgbt

Share This Article

Anvisa publica novas regras para a produção de protetores solares

Next Story »

Prática de exercício físico é irrelevante no tratamento da depressão, segundo estudo

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo