memoria
  • Page Views 524

Roda de Memória rememorou lembranças do carnaval de Novo Hamburgo

A história das escolas de samba e dos blocos de carnaval na cidade foi tema da primeira edição do projeto Roda de Memória, promovido pela Prefeitura de Novo Hamburgo.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O encontro reuniu carnavalescos e organizadores dos blocos na noite da última quarta-feira, dia 6, na Fundação Ernesto Frederico Scheffel.

Em forma de roda de conversa, convidados relembraram fatos e curiosidades das primeiras festas de carnaval na cidade. O bate-papo foi mediado pelo escritor Henrique Schneider, filho de um dos mais importantes reis momos da cidade, Nestor Fips Schneider.

Entre os temas abordados pelos convidados, engraçadas histórias sobre os primeiros bailes em clubes e os blocos humorísticos, que marcaram época na cidade. Os casos que mais divertiram o público foram contados por Aurélio Decker, um dos fundadores do bloco Maravilha, criado em 1975, e que durou quatro anos. “Nossa brincadeira era homem sair vestido de mulher e mulher sair vestida de homem. Cheguei a trabalhar na redação assim”, divertiu-se. O jornalista também foi jurado do carnaval hamburguense.

A Roda de Memória busca resgatar e refletir sobre a história da cidade a partir da conversa e relato de moradores e personalidades hamburguenses. De acordo com o secretário de Cultura, Carlos Mosmann, a meta é dar continuidade ao projeto ao longo do ano, com encontros mensais, abordando diversos assuntos. “Queremos buscar registros sobre a história de Novo Hamburgo com a participação da comunidade”, explicou.

Informações de Assessoria PMNH

FOTO: reprodução PMNH

 

Share This Article

Projeto VER-SUS encerra com balanço positivo em Novo Hamburgo

Next Story »

Luís Lauermann é o novo candidato do PT nas eleições suplementares

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo