procon1501
  • Page Views 1081

Procon de Novo Hamburgo cresce em número de atendimentos

Somente na primeira quinzena de 2010, mais de 800 procedimentos foram realizados e as reclamações mais frequentes são relacionadas aos serviços de telefonia e internet

O número de atendimentos prestados pelo Programa de Defesa de Direitos do Consumidor (Procon-NH) de Novo Hamburgo vem crescendo expressivamente nos últimos meses.

No Município, a agência é mantida pela Prefeitura, e está ligada diretamente a Procuradoria Geral do Município (PGM). Em 2009, foram registradas 14.889 atendimentos. Já nos primeiros 15 dias de 2010, conforme a assessora jurídica do Procon-NH, Gabriela Piardi dos Santos, já foram realizados 808 procedimentos.

“Temos uma média de quase 70 atendimentos por dia. Muitas pessoas de outras cidades acabam procurando o nosso serviço”, relata. Como a demanda é grande, muitas vezes as linhas telefônicas da agência acabam ficando ocupadas por bastante tempo.

“O telefone é uma das nossas principais ferramentas, com ele normalmente resolvemos a maioria das reclamações”, cita referindo-se especificamente aos casos de reclamações contra companhias telefônicas e prestadoras de serviços de internet. “Esses também são os pedidos mais frequentes”, completa. A segunda reclamação mais frequentes são referentes ao parcelamento de dívidas, seguido ainda de casos de defeitos e vícios em produtos ou qualquer tipo de mercadoria;

Além do atendimento para pessoas de outras cidades da região, outro fato que aumenta a incidência pela procura ao Procon-NH é o fato dele estar relacionado ao serviço de auxílio a lista telefônica (102), o que gera ligações de cidades de todo o Estado. No entanto, não há vínculo do Procon-NH com o Estado.

Maioria dos casos são solucionados

Mesmo com a demanda, grande maioria das reclamações de consumidores são solucionadas. Normalmente isso ocorre em um prazo que varia de 15 a 30 dias. Dos 808 casos registrados em 2010, em 562 o consumidor teve seu pedido atendido.

O Procon-NH atende no segundo andar do Centro da Cidadania, que fica na Rua David Canabarro, 20, Centro. O contato pode ser feito pelos telefones (51) 3582-3340, 3582-1267 ou 3581-9531 (fax) ou ainda pelo e-mail procon@novohamburgo.rs.gov.br. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, sem fechar ao meio-dia. No local trabalham quatro estagiários, uma assessora jurídica e um coordenador.

Fotos: Luiz Roberto de Lima e a esposa Vânia em atendimento com a funcionária Jéssica Machado. Crédito: Robson Nunes

Share This Article

Reforma na Casa de Bombas conta com mergulhador

Next Story »

Município tem novo guia de informações turísticas

8 Comments

  1. Clari Maria de Oliveira
    8 de setembro de 2010

    Bom dia

    Senhores, mantive contrato com a Assistebem durante cinco anos, até dezembro de 2010. Fiz uma única utilização do referido serviço, foi quando fiquei insatisfeita pois me surpreendi com clausulas que desconhecia, mesmo assim, mantive o referido contrato até dezembro e não o renovei.
    Mandei uma carta de cancelamento em duas vias, eles pegaram as correspondências das mãos do motoboy, porém, não devolveram,, disseram que fariam contato, ligaram para me comunicar que o contrato havia se renovado automaticamente por cinco anos, reclamei e disse que não queria mais manter tal serviço.
    Acreditei que estaria tudo bem pois não recebi mais o carnê para pagamento das mensalidades, contudo, para minha surpresa, na semana passada recebi uma carta de cobrança pelo inadimplemento.

    Recorro aos senhores pois sozinha, senti-me frágil e não obtive o êxito, cancelar tal contrato.

    Muito obrigada,
    sou Clari e meu telefone é 93543930

    Responder
  2. Juciane
    17 de novembro de 2010

    Oi, ganhei uma blusa que foi comprada no Carrefour, não seviu e fui trocar, como foi presente a pessoa não me deu a nota só a blusa certo, só que não aceitaram a troca e nem o dinheiro de volta, e nem uma outra opção somente um NÃO bem grande na minha cara. Por favor preciso de ajuda para saber como proceder. Aguardo retorno. Obrigada!!

    Responder
  3. Monica
    8 de dezembro de 2010

    Bom dia ,
    fui desrespeitada ontem no ônibus pelo motorista da Viação Hamburguesa.
    Me disse insultos perante todos os passageiros que estavam dentro do ônibus.Como proceder???
    Obrigada.

    Responder
  4. Edna machado
    4 de abril de 2011

    Ola comprei uma maquina nas lojas colombo, a cerca de dois meses usei a maquina uns qiinze dias e a mesma estragou, faz 20 dias que esta no concerto e segundo um vendedor da loja so podem me dar outra maquina apos 30 dias que a mesma esta no concerto. Gostaria de saber o que posso fazer pois preciso da maquina e a mesma esta me fazendo muita falta. Obrigada.

    Responder
  5. ROSE
    2 de agosto de 2011

    Gostaria que todos soubessem que a ELETRONICA BARRICHELLO NA RUA 25 DE jULHO NAO ENTREGA NO PRAZO ESTIPULADO OS APARELHOS MANDADOS PARA CONCERTO.
    Mandei para concerto um microondas com a promessa de: Pegamos pela manha e entregamos a trad., Isso nao aconteceu, depois de 5 dias entregaram, mas o preço fou cobrado 10,00 reais a mais que o prometido. O micro estragou 2 semanas depois, liguei e pedi para buscarem, já faz 16 dias que está lá, e a promessa de todos os dias, vamos entregar hj o seu microondas!!!!
    anote bem: ELETRONICA BARRICHELLO DA RUA 25 DE JULHO.

    Responder
  6. Evandro Fonseca
    6 de dezembro de 2011

    Senhores, estive ontem no mercado Goldani, cito à av.Pedro Adams Filho, 6805.Comprei 8 cervejas latão (não lembro bem a quantidade) à R$ 2,29 e 2 paes de milho à R$ 1,99.calculei que daria em torno de R$ 22,30 porém ao pagar deu R$ 30,00 e alguns centavos.Fiquei bravo, reclamei e disseram que cobram pela cerveja gelada.Disse que isso estava errado pois não poderiam fazer diferença entre a gôndola e o freezer.Nada feito, saí sem comprar nada.E agora, como registrar se não tenho nota fiscal? Tem fiscal para ver isso.Gostaria que alguem fosse ao local ver a veracidade dos fatos pois inclusive ñão há preço no freezer.A “compra” foi feita pelas 19hs.

    Responder
  7. DENISE FALÇAO
    1 de julho de 2012

    minha filha tem contrato de aluguel de uma casa de um ano com um quarto cozinha sala banheiro mas ficou gravida e queria sair da casa para alugar outra com dois quarto mas a dona da casa pediu 3 meses de aluguel para ela poder sair da casa quero saber se isso é valido?obrigado

    Responder
  8. joao batista
    6 de novembro de 2012

    Ola,estou com uma duvida comprei uma moto da yamaha ano 2010 0km
    Já na garantia começou a sair fumaça, levei para fazer a primeira revisão e relatei o problema,quando fui buscar a moto o mecânico falou que era normal que após o amaciamento iria parar, mas o defeito continua ate hoje. A duvida e: tenho direito a reclamar ainda?

    Responder

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo