13.02 - Pasc
  • Page Views 25

RS: Após fuga de apenado, Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas afasta servidores

Michel Bonotto, que tem longa lista de passagens pela política, se fez passar pelo irmão que o visitava para deixar presídio.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A terceira fuga da história da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas – Pasc foi a causa de uma intervenção realizada no local. O diretor e o chefe de segurança do presídio foram afastados dos cargos.

No domingo, dia 12, por volta das 16 horas, Michel Bonotto (foto), 31 anos, fugiu pela porta da frente da prisão, apontada como modelo de segurança no Rio Grande do Sul. No lugar dele ficou o irmão Richley Bonotto, de 29 anos. Michel tem longa lista de passagens pela polícia, a maioria por roubo, sendo uma seguida de morte. Já Richely foi autuado em flagrante por falsidade ideológica e está na Penitenciária Modulada de Charqueadas. Ele já tinha ficha criminal por assalto.

O diretor adjunto do Departamento de Execução Penal da Superintendência dos Serviços Penitenciários – Susepe, Alberi Moura, passou a ser interventor da casa prisional, no lugar de Renato Gomes, até então diretor da Pasc. O superintendente adjunto da Susepe, Mario Pelz, descartou o envolvimento de servidores no caso.

“Os responsáveis pelo controle da saída dos visitantes não cumpriram medidas obrigatórias de segurança”, declarou. “Confiaram demais na fisionomia da pessoa que saía e erraram. Vamos apurar e determinar as responsabilizações.”

Pelz afirma que o apenado passou por cinco postos cruciais de avaliação. O superintendente adjunto da Susepe afirmou que as avaliações foram feitas, mas forma errada. Os servidores teriam deixado, por exemplo, de comparar a assinatura de saída de Richely quando Michel deixava o local se passando pelo irmão. Outro erro foi o fato de o banco de dados do Sistema Integrado de Informações Penitenciárias não ter sido consultado quando Michel deixava a cadeia.

Irmãos teriam usado peruca

Além dos erros dos servidores, os irmãos teriam premeditado a fuga. Richely teria entrado de peruca na Pasc e a entregado ao irmão que fugiu. Nas câmeras da penitenciária, Michel, que estava de cabeça raspada, aparece com vasta cabeleira. Os irmãos também teriam apostado na grande semelhança física para ludibriar os servidores.

Segundo Pelz, a responsabilidade pela fuga não passa por eventuais falhas tecnológicas da penitenciária. Há uma sindicância aberta e todos os funcionários que estavam de plantão no dia das visitas prestarão depoimentos.

ERRAMOS! Título da matéria alterado para correção de informação às 17h42min.

Informações de Zero Hora

FOTO: divulgação / Polícia Civil

Share This Article

Enterrado o blogueiro que denunciou estupro envolvendo filho de diretor da RBS

Next Story »

“Agora só sinto pena”, diz irmão caçula de Eloá Pimental sobre Lindemberg Alves

5 Comments

  1. amanda da silva medeiros
    11 de março de 2012

    nossa meu deus…

    Responder
  2. brenda
    30 de março de 2012

    Todo detento tem direito a fuga se conseguir.Ele tentou e conseguiu. A fuga foi facilitada por quem,se foi na “PASC”.

    Responder
  3. juca
    20 de abril de 2012

    alta segurança nada, nessa
    penitenciária nem as cameras funcionam, portanto culpa do Estado que nao investe em recursos e equipamentos indispensáveis para que uma casa prisional desse porte funcione bem.. é uma vergonha…

    Responder
  4. joana
    12 de maio de 2012

    haha,que vergonha PASC. penitenciaria de alta segurança, só no nome mesmo….

    Responder
  5. Charles
    4 de dezembro de 2012

    Vejo estas noticias e fico triste em saber como é a vida, pois conheci Michel qdo pequeno. O pai era de boa indole, conheci muito bem, a mãe tbm. Onde erraram? Erraram? Muito triste…

    Responder

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo