Carteira de Trabalho
  • Page Views 712

Geração de empregos no Brasil tem menor nível desde 2009

Áreas que mais contrataram em 2012 foram a de serviços e a de comércio. Já os setores da agropecuária e dos serviços industriais são os que menos empregaram.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

O número de empregos formais criados no Brasil em 2012 somou 1,3 milhão de novas vagas. A quantia representa uma queda de 33% comparada com o ano de 2011, quando foi registrada a criação 1,84 milhões de trabalhos. É o que informou nesta sexta-feira, dia 25, o Ministério do Trabalho através das informações do Caged – Cadastro Geral de Empregos e Desempregados.

Por outro lado, salário médio dos trabalhadores brasileiros em 2012cresceu 4,69% a mais frente a 2011. No ano passado as médias das remunerações chegaram a R$ 1.011,7, sendo que no anterior os rendimentos somavam R$ 966,45.

De acordo com o ministro do Trabalho, Brizola Neto, a geração de empregos deve ser retomada em 2013, com a criação média anual de dois milhões de postos. A área que mais apresentou elevação foi a de serviços (666,1 mil), seguida pelo comércio (372,3 mil) e na construção civil (149,2). Já os setores de menor elevação foi o da administração pública (1,4 mil), da agropecuária (4,9 mil) e a dos serviços industriais (19,2 mil).

Os 1,3 milhão de empregos criados em 2012 foi resultado da contratação de mais de 21,6 milhões de pessoas e da demissão de 20,3 milhões. De acordo com o  secretário de Políticas Públicas de Emprego do MTE, Rodolfo Torelly, esses números indicam a rotatividade da mão de obra no país.

Informações Agência Brasil

FOTO: reprodução / veja.com.br

Share This Article

Copom projeta reajuste de 5% no preço da gasolina

Next Story »

Mercadorias apreendidas em 2012 pela Receita Federal somam R$ 2 bi

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo