Novo Hamburgo: A “energia verde” foi pauta do primeiro Economia & Negócios de 2011

O evento promovido pela ACI contou com a palestra de Luis Klauck, que apresentou as inovações  e novidades no setor de energia para reduzir custos e proteger o meio ambiente.  _

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

A busca por soluções econômicas, através da chamada energia verde, foi o tema do 1º Economia & Negócios de 2011, promovido pela ACI.

O evento, realizado na noite de terça-feira, 08, contou com a palestra do empresário especializado em Comércio Exterior, Luis Klauck. O público presente pode conhecer as inovações no setor de energia direcionadas a reduzir custos e ainda proteger o meio ambiente.

A abertura dos trabalhos foi realizada pelo presidente da Fundação Desenvolvimento Ambiental (Fundamental), braço ambiental da ACI, Paulo Borges. “Este é um tema que tem muita afinidade com o trabalho que desenvolvemos na fundação. A sustentabilidade é o grande assunto a ser discutido, e não há como falar em proteção ao meio ambiente sem discutirmos as fontes de energia que serão utilizadas pelas empresas no futuro”, ressaltou o presidente da Fundamental.

O palestrante traçou um panorama da evolução das fontes de energia na história, explicou os tipos existentes e as principais formas de captação desses recursos. “O Brasil ainda depende muito, até por suas características naturais, da energia hidroelétrica. No entanto, outras fontes começam a ganhar força. Este é um caminho que sempre foi trilhado no mundo. O uso da energia está em constante modificação”, observou Klauck.

NOVIDADES – O evento serviu também para apontar o que há de mais moderno na produção de energia. “O foco agora é: energias renováveis, desenvolvimento sustentável e consciência ambiental, e a chamada green energy”. Muitas vezes pensamos que isso é para os outros países, ou para empresas de maior porte, mas temos que ter consciência de que é para todas as empresas”, enfatizou.

Mais utilizada no Brasil, a energia elétrica foi a explorada na palestra. “O governo investe em mais infraestrutura e mais produção. Nós, por outro lado, temos que nos preocupar em diminuir o consumo, em utilizar melhor a energia, porque o Estado não dará conta do fornecimento”, acrescentou Klauck.

SOLUÇÕES – Entre as soluções de curto prazo apontadas, o empresário destaca a tecnologia de iluminação com lâmpadas em LED. “Elas têm alta resistência e eficácia, um consumo muito mais baixo e reduz a emissão de gás carbônico”, explicou. A tecnologia tem sido bastante utilizada na Europa e nos Estados Unidos e deve entrar com força no Brasil.

“As lâmpadas incandescentes estão sendo trocadas pelas fluorescentes. Estas serão gradualmente substituídas pelas LED”, complementou o palestrante. O Economia & Negócios teve o patrocínio da Justen&Heberle Assessoria Empresarial.

Informações De Zotti

FOTOS: ilustrativas

Share This Article

Novo Hamburgo: Bar Alternativo começa 2011 com novidades

Next Story »

Novo Hamburgo: Prefeito quer melhorias no projeto do metrô

One Comment

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo