Trem

O crescimento vertiginoso da região onde hoje localiza-se o Vale do Sinos foi o principal impulsionador para a chegada do trem até Novo Hamburgo. O veículo, na época muito moderno, chegou à cidade em 1876.

O transporte ferroviário foi um facilitador para os moradores da colônia, tanto para escoamento de cargas, como para transporte de passageiros. Até então, tudo era transportado com carretas de boi ou a pé.

A linha do trem se estendia de Porto Alegre até Canela, na Serra gaúcha. Através destes trilhos, passageiros e produção local podiam se transportados para o centro do Estado com uma rapidez surpreendente para a época – uma viagem de Canela até Porto Alegre demorava seis horas de trem.

Acompanhando uma tendência de todo o Brasil de substituir linhas férreas por rodovias, os trilhos de Novo Hamburgo foram desativados na década de 60. O Museu do Trem de São Leopoldo resgata um pouco dessa história que compôs o progresso do Vale do Sinos.

Clique e veja fotos das antigas estações e da atual linha do trem

Estação Novo Hamburgo

Novo Hamburgo conheceu o trem em 1° de janeiro de 1876. Foi nesta época que houve um prolongamento da linha Porto Alegre-São Leopoldo, que depois chegaria até Canela, passando antes por Taquara.

A estação de Novo Hamburgo foi no centro da cidade, uma localidade então deserta que ficava antes do povoado de Hamburger-Berg, hoje Hamburgo Velho, uma das vilas da região então chamada de Mundo Novo.

Somente em 1882 a estação foi ligada ao povoado que lhe emprestou o nome. Em 1909, a linha para Caxias foi continuada a partir da estação de Neustadt (Rio dos Sinos), o que deixou Novo Hamburgo como um ramal, que a essa altura já se estendia até Taquara – e mais tarde seguiu para Canela (1922).

Em 1919, a estação foi alterada para Borges de Medeiros, como reflexo do sentimento antigermânico causado pela Grande Guerra (no entanto, a estação voltou à nomenclatura original em 1920). Em 1964, a linha Novo Hamburgo-Taquara foi fechada, deixando a estação como ponto final da linha. No final de 1966, o trecho restante, Rio dos Sinos-Novo Hamburgo, foi suprimido e a estação foi desativada. A estação foi, então, demolida.

Estação Hamburger Berg

A Estação de Hamburger Berg foi inaugurada em 1903 no prolongamento da ferrovia entre Novo Hamburgo e Taquara. No ano de 1919, por causa da guerra, o nome foi alterado para Genuíno Sampaio (a nomenclatura original voltou em 1920). Em 1963, a linha Novo Hamburgo-Canela foi fechada, fechando a estação, que foi demolida.

À espera do futuro

Desde 2000, Novo Hamburgo aguarda com ansiedade a volta do convívio com o trem, desta vez mais moderno, rápido e batizado de metrô. A expansão da Trensurb até Novo Hamburgo prevê a construção de mais 9,3 km de linha. Para não dividir o município, o trecho deve ser construído totalmente em via elevada, a exemplo do que já ocorre entre as estações Unisinos e São Leopoldo.

Estão previstas quatro novas estações no trajeto, a última delas em frente ao Bourbon NovoShopping. A estimativa é de que cerca de 15 mil moradores de Novo Hamburgo, passem a utilizar o metrô.

O custo total da expansão é avaliado em R$ 352 milhões. Porém, não há previsão de data para início das obras, uma vez que, desde 2001, o processo licitatório aguarda parecer do Tribunal de Contas da União.

Turismo