Gauchão 2011: Com os titulares, Grêmio atropela o Ypiranga

Técnico Renato Gaúcho valoriza Taça Piratini e escala time principal para garantir vaga nas semifinais do primeiro turno. Adversário é o Cruzeiro de Porto Alegre.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Treinamento de luxo! O Grêmio não deu chance para o azar, valorizou a Taça Piratini, colocou os titulares e atropelou o Ypiranga, por 5 a 0.

A goleada deste domingo, dia 19, garante o Tricolor nas semifinais do primeiro turno do Campeonato Gaúcho de 2011. Agora, o adversário é o Cruzeiro, que eliminou o Inter, no próximo domingo, 27, no Olímpico.

Mas antes, os comandados do técnico Renato Gaúcho vão à Colômbia para enfrentar o Junior de Barranquilla, na quinta-feira, 24, pela segunda rodada da fase de grupos da Taça Libertadores da América 2011, na luta pelo tricampeonato.

Quem prioriza, simplifica

A equipe titular de Renato Gaúcho entrou consciente de sua responsabilidade e escaldada com a derrota, nos pênaltis, do Inter para o Cruzeiro. Assim, o Grêmio iniciou o jogo pressionando o Ypiranga. O resultado da postura de clube grande resultou no primeiro gol logo ao primeiro minuto de jogo.

Após cobrança de escanteio de Douglas o centroavante André Lima desviou para ás redes. Mas o gol relâmpago do tricolor não tirou o ritmo da equipe, que continuou marcando no campo de ataque e não dando chances para o Ypiranga atacar.

O segundo gol só não saiu aos 10 minutos porque a bomba de Fábio Rochemback acertou o travessão. Mas aos 25 minutos não teve jeito e o Grêmio ampliou a vantagem, depois que Gabriel invadiu a área e deu ótimo passe para novamente André Lima encontrar novamente o caminho das redes.

O Ypiranga sentiu o golpe do segundo gol e foi à lona aos 32 minutos. Rochemback cobra falta para dentro da área, Douglas se antecipa à zaga adversária e desvia de cabeça. A bola passa por baixo de Bruno Grassi que nada pode fazer.

SEGUNDO TEMPO - Na volta para a etapa final, o técnico Renato Gaúcho avisou que seus jogadores não diminuiriam o ritmo, para desespero de Agenor Piccinin, que não tinha material humano para esboçar uma reação.

Se o chefe manda é melhor cumprir, então o centroavante Borges fez o quarto, logo aos 06 minutos, depois de Lúcio fazer grande jogada e cruzar para Borges, sozinho, cabecear para o gol.

Com 4 a 0 no placar, o Grêmio iniciou a preparação para enfrentar o Junior de Barranquilla e diminuiu o ritmo. O jogo só voltou a ficar tenso, quando o zagueiro Glauco, do Ypiranga, sentiu-se mal e caiu no gramado. Os jogadores chamaram tiraram a camisa para abanar o jogador caído e solicitaram a presença dos médicos e da ambulância. Glauco foi encaminhado para o hospital, deixando um clima de apreensão no estádio.

Aos 34 minutos o técnico Renato Gaúcho promoveu a estréia do garoto Leandro. E a nova revelação tricolor não decepcionou. Aos 44 minutos Lúcio deixa Leandro na boa para marcar, mas a bola explode no travessão. Porém, dois minutos depois, Leandro invade a área pela direita e chuta firme para marcar seu primeiro gol como profissional do Grêmio e decretar o 5 a 0 para o Imortal Tricolor.

FOTO: reprodução / gremio.net

Share This Article

Gauchão 2011: Cruzeiro elimina o Inter dentro do Beira-Rio

Next Story »

Fórmula 1: Cancelada a abertura do Mundial

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo