Gauchão 2011: Veranópolis vira e vence o Inter

Jogando com o time pinrcipal, Colorado leva 2 a 1 na Serra gaúcha. Derrota volta a colocar em dúvida escolhas de Roth.

Da Redação redacao@novohamburgo.org (Siga no Twitter)

Ano novo, futebol velho! O Internacional, atuando com seu time principal, foi derrotado na tarde deste domingo, dia 06, pelo Veranópolis.

O resultado de 2 a 1, de virada, para o clube da Serra gaúcha, volta a colocar em dúvida o trabalho e as escolhas do técnico Celso Roth na casamata vermelha.

Mesmo dominando o jogo, criando as maiores chances de gol e saindo na frente, o Inter não saiu vencedor. Sem Zé Roberto e Rafael Sóbis, lesionados, e com o jovem Alex no banco de reservas, a equipe de Roth sofreu com a ausência de um atacante de movimentação, voltando a ser a equipe lenta e burocrática do final de 2010.

O Inter até iniciou o jogo pressionando o Veranópolis, mas o gol de Damião aos 3 minutos de jogo modificou a postura colorada. Com a vantagem o Colorado passou a tocar a bola atacando esporadicamente o VEC.

Por outro lado o Veranópolis só finalizava ao gol de Lauro com chutes de longe, já que a equipe da serra não conseguia penetrar na defesa colorada.

Na segunda etapa o Inter voltou disposto a aumentar a vantagem, mas na melhor chance o meia Tinga chutou em cima do goleiro Luiz Müller. Na seqüencia o lateral esquerdo Kleber colocou a bola na cabeça de Damião, mas o centroavante cabeceou para fora.

Os lances iniciais assustaram a equipe de Leandro Machado e o VEC voltou a se preocupar mais com a marcação. Mas o futebol é imprevisível e assim como no mundial o Inter sofreu o gol em um lance de pura felicidade. Aos 23 minutos, Gilson fez a parede para Luiz Carlos, o atacante mandou uma pancada da intermediária e a bola foi no ângulo direito de Lauro, que voou e não achou nada.

O empate fez o técnico Celso Roth modificar o Inter, mas o comandante vermelho mostrou mais uma vez não ser ousado. Roth retirou o meia Andrezinho e colocou o atacante Alex, mas no mesmo momento colocou o volante Glaydson na vaga do meia Tinga. No contexto geral as mudanças foram como trocar seis por meia dúzia, já que o Inter passou a ter dois atacantes, mas em compensação ficou com três volantes.

O resultado das mudanças apareceu aos 48 minutos, quando Raulen bateu cruzado e Alê completou para o gol vazio. Final 2 a 1 para o Veranópolis e preocupação para a torcida Colorada, já que o Inter se manteve na segunda colocação do Grupo 1 do Gauchão, com 12 pontos, um atrás do Caxias.

Agora o Colorado enfrenta o Pelotas no estádio Beira-Rio. O jogo está marcado para o próximo domingo, 13, mas a direção colorada quer antecipar o confronto para sábado, 12, pois o Inter viaja domingo para o Equador, onde na quarta-feira, 16, enfrenta o Emelec, pela Libertadores.

FOTO: reprodução / PFC / Criação novohamburgo.org

Share This Article

Robert Kubica sofre grave acidente em rali

Next Story »

Sul-Americano Sub-20: Brasil perde para a Argentina e se complica

One Comment

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Blue Captcha Image
Atualizar

*

Turismo