Sempre conectado

Em 2011, 28% de todos os celulares vendidos no mundo serão smartphones (o que significa 420 milhões de aparelhos). Pelo menos é o que diz a pesquisa IMSResearch.

Comparando as principais fabricantes de smartphones, nota-se que o maior salto positivo de 2010 para cá foi da Samsung (a dona do Galaxy, sabe, o da foto?), de 3% para 13% de participação. A Apple também cresceu, mas menos: de 16% para 19%.

A Nokia tem o maior índice, mas caiu – e muito – de um ano para o outro. Enquanto em 2010 contava com 40%, em 2011 passa a ter 24%. A RIM, fabricante do BlackBerry, caiu de 20% para 15%.

O que isso significa? Uma tendência de as pessoas buscarem celulares cada vez mais sofisticados (por simples evolução, digamos assim) ou uma incrível necessidade de estar online 24 horas por dia? Afinal, não dizem por aí que “o amor nos conecta e a conexão nos transforma”?

Deixar uma Resposta

*