Orgulho de que?

Se depender da Câmara de São Paulo, o terceiro domingo de dezembro será voltado para a comemoração do Dia do Orgulho Heterossexual. O projeto de Carlos Apolinário (DEM) foi aprovado: dos 50 vereadores registrados, só 19 foram contra.

A sanção do prefeito Gilberto Kassab ainda é necessária para que a data entre oficialmente no calendário da cidade. Em entrevista à Exame, Apolinário diz que combate “os privilégios e excessos cometidos pelos homossexuais”. “A data é para fazer reflexão, porque hoje ninguém tem coragem de falar contra os excessos.”

A palhaçada nova comemoração está representada nos Assuntos do Momento no Twitter com dois termos: Orgulho Hétero e #inventeumorgulho. O último tem algumas pérolas especialmente inspiradas de quem não concorda com o vereador Carlos Apolinário, como a sugestão do Dia do Orgulho Pônei (o maldito que, por sinal, sumiu dos trending topics).

Deixar uma Resposta

*